top of page

Cuidado! Buracos na pista (e na alma)

Só faltam 400 km para chegar ao lugar nenhum que chamo de casa. Aumento o som e não me importo com o sol do quase meio dia ardendo no meu ombro e braço. Já estou acostumado. Agora o som e o sol estão muito altos. Abaixo o som, mas queria abaixar o sol que continua ardendo e ardendo e ardendo.

Nem sei por que insisto em tragar esse maldito cigarro fedorento e barato. Credo! Isso me dá ânsia de vômito e enche minha goela com um gosto metalicamente cinza a minha goela. Puxo mais um catarro seco e duro para cuspir no asfalto seco e duro dessa terra seca e dura e cheia de espinhos. Aliás, acertar os buracos na pista é muito mais fácil do que acertar os raros pedacinhos de asfalto. Políticos de merda!

Esse sol está me matando. Daria tudo por um banho demorado de chuveiro, banheira ou de rio ou de mar. Quem sabe uma cervejinha mais que estupidamente gelada num copinho fedendo boca em qualquer boteco de beira de estrada? Depois de anos na boléia, não tenho nojo de quase mais nada, a não ser desses políticos de merda! Já comi as comidas mais incomíveis e caguei nas privadas mais incagáveis desse país. 

Essa música de novo, não! Ela me faz lembrar de alguém que não quero mais lembrar. Quem? Não interessa! Tenho meus segredos bem guardados e, apesar dessa cara marrenta e enrugada, tenho alguns resquícios de sentimentos bem lá no fundo. Mas bem lá no fundo mesmo. O destino me fez um bruto. Desbravei as cavernas da minha alma e não encontrei um grama de ouro que me pagasse um simples sorriso.

Um caminhão desmanchando-se em ferrugem acompanha-me numa fidelidade involuntária que me deixou na mão e nos pés por infindáveis abastecimentos. É claro que já pensei em ser feliz algumas vezes, mas tanto a noite quanto o dia me mostraram um destino condenado através do espelho retrovisor.

Viajo mais em meus pensamentos do que por essas estradas sem fim.

E quanto ao meu fim, só posso dizer que ele está próximo: Maldito cigarro fedorento e barato!

Só faltam 400 km para chegar ao lugar nenhum que chamo de casa.



Comentários


bottom of page